18 outubro, 2013

CIDADANIA AMBIENTAL 15.10.2013

Cidadania Ambiental
Araranguá – SC, 15 de Outubro de 2013
(48 / 9985.0053 TIM)
Ao nosso modo, com outro olhar e outra atitude, estamos fazendo e registrando a história socioambiental de Araranguá e Região Sul de Santa Catarina. Participe também, seja nossa parceira/o nesta voluntária empreitada em defesa da natureza e de uma melhor qualidade de vida para toda população.
OBS. Lembrando que o simples ato de recomendar, comentar ou divulgar a leitura destas mensagens ou do blog a outras pessoas já é uma atitude ecologicamente correta!


(Publicado também no jornal O TEMPO DIÁRIO, VOZ DO SUL e no site da CONTATO, no FACEBOOK, além da publicação do link SOCIOAMBIENTALISMO em vários outros sites e blogs)


VACEA/AVEC - TSGA II NA BACIA DO ARARANGUÁ
            A comitiva integrada por representantes do VACEA (Vulnerability and Adaptation to Climate Extremes in the Americas) e do TSGA II (Tecnologias Sociais para a Gestão da Água) concluíram a maratona iniciada em Florianópolis, passando por Urubici, Nova Veneza e no dia 11/10/13 em Araranguá.  A coordenação deste valioso grupo estava com o professor Daniel Silva da UFSC/Fpolis, com apoio do diretor Michel Musa do IF-SC / Fpolis, da Valéria Burigo e Sung Lin e de outros importantes protagonistas que ciceronearam a visita do Professor Doutor Fernando Santibanez, da Universidade do Chile e Coordenador internacional do Projeto VACEA/IRIACC. A visita ao Brasil partiu de uma iniciativa do Governo do Estado de Santa Catarina com apoio logístico do TSGA II (coordenado pelo professor Paulo Belli).
            Após Urubici, a programação seguiu com visita de campo para conhecer as tecnologias agrícolas implementadas na região, em especial, a da redução do uso da água no cultivo do arroz, da diversificação de culturas e do cultivo orgânico e uma rodada de apresentações institucionais e relatos de experiências ao professor visitante. Em Nova Veneza visitaram propriedades rurais, onde foram recepcionadas pelo agricultor Sergio Marini, da Adisi, autoridades locais, inclusive o prefeito municipal.
            Em Araranguá o encontro ocorreu a partir das 16:00 horas, no Cetrar, iniciada com uma didática apresentação do agrônomo Rene Kleveston, da Epagri, sobre técnicas agrícolas, na sequência o comandante Samuel do Corpo de Bombeiros fez breves comentários sobre especialização de resgate em casos de eventos extremos. Concluindo, o ambientalista Tadêu Santos da ONG Sócios da Natureza fez um resumido relato com olhar socioambiental sobre o extremo da região sul de SC e fez a entrega de diversos materiais publicados sobre a região.  A fala final ficou com o professor Santibanez que abordou suas expectativas com respeito à evolução do Projeto VACEA/IRIACC a ser implantado na Bacia Hidrográfica do Rio Araranguá.
            A proposta do projeto (TSGA) tem como objetivo a área rural enquanto que o VACEA / AVEC as mudanças climáticas, com possibilidades de em parceria realizarmos o III EFAMuC, em 2014, de estudos sobre a implementação do ''Observatório do Clima'' vinculado a cursos específicos sobre Mudanças Climáticas em convênio com o IF-SC / UFSC e de uma imensa Biosfera (física e simbólica) no Morro dos Conventos, como captadora de dados e informações sobre temperatura e clima.   
            Enfatizamos que nossa participação buscará incansavelmente e objetivamente o equilíbrio ecológico, além de outras questões de relevância social e ambiental do qual serão divulgados com a evolução das tratativas entre os órgãos governamentais, sempre com a participação e engajamento das entidades organizadas da sociedade civil.

PLANO DE BACIAS: GRUPO 1 COMITÊS DO SUL (ARARANGUÁ, URUSSANGA, TUBARÃO)
No dia 07.10.13, com a equipe do CGBHRA participamos do encontro dos três comitês de bacias Tubarão, Urussanga e Araranguá no Centro de Treinamento da Epagri em Tubarão – CETUBA, onde ocorreu a apresentação da Comissão de Acompanhamento dos Planos de Bacias, do qual a ONGSN faz parte.
A pauta constou de diversos itens propostos pelos técnicos da SDS de Florianópolis como atribuições, linhas de ação e planejamento para 2014. Definição de procedimentos para análise dos produtos que serão incluídos na dinâmica da elaboração do Plano de Bacias pela empresa contratada e pelo Comitê Araranguá, por exemplo. A importância do Plano de Bacia e as atribuições da SDS, do Comitê e da empresa contratada no processo de elaboração. Novas regras do Banco Mundial em relação aos consultores, de acordo com o Termo de Referência. Operacionalização financeira dos comitês com a proposta de criação de entidades delegatárias e contratos de gestão.
Enfim, o estado estende a sociedade civil um braço para a gestão das águas, indicando caminhos que devem ser seguidos através de normas e regras estabelecidas pela legislação dos recursos hídricos e pelo Banco Mundial.
Será uma árdua empreitada até a cobrança da água, com normas bem claras e definidas para aplicar o adequadamente o princípio do poluidor pagador!

'''CALÇADAS PODEM REFLETIR O PERFIL DE UMA CIDADE'''
Volto a comentar sobre a importância das calçadas que fazem parte das vias públicas, mas que são de responsabilidade dos proprietários dos respectivos imóveis. No plano diretor discutimos muito sobre a manutenção desta via pública especifica para pedestres que não recebe atenção do município. Tem muitas prefeituras que privilegiam a síndrome do ''automóvel'' com asfalto até para estacionamento de veículos, enquanto que as calçadas são esburacadas e sujas.  Em Araranguá, na subida da Av. Sete de Setembro cada proprietário construiu de modo que facilitasse o acesso ao seu imóvel não atendendo um padrão que interagisse com os vizinhos para o trânsito dos pedestres e de cadeirantes.  O condomínio onde moro está fazendo a sua parte nesta questão com a construção de uma nova calçada adaptada a deficientes visuais.

OS DONOS DA CIDADE
Temos observado que a redução dos veículos circulando com som alto ou baixo, mas extremamente prejudicial aos hipertensos são praticamente os mesmos, ou seja, parecem não temer as autoridades. Seriam estes os donos da cidade de Araranguá para impor aos ouvidos da população aquilo que bem entende. Ora, isto além de ser crime ambiental é sacanagem para com crianças, idosos e enfermos!!!

PRÓXIMOS COMPROMISSOS:
·         A partir do dia 14 estaremos junto com equipe do CGBHRA no XV ENCOB - Encontro Nacional de Comitês de Bacias que ocorrerá no Plaza São Rafael Hotel, em Porto Alegre...
·          
·         No dia 17/10/13 voltaremos a BSA para discutir a proposta de licenciamento para Parques Eólicos, na Câmara Técnica de Controle Ambiental CTCA do CONAMA...
·          
·         Como Conselheiro do CONAMA participarei como convidado (com direito a voto) da Conferência Nacional do Meio Ambiente (CNMA) sobre Resíduos Sólidos que ocorrerá em Brasília entre os dias 24 a 27 de outubro de 2013...
·          

·         No dia 31/10/13 volto a Brasília para participar da reunião da Comissão Executiva do PNMA que pautará a situação atual da carteira de projetos...