24 outubro, 2013

QUAL A VOCAÇÃO DE ARARANGUÁ?


Cidadania Ambiental

Araranguá – SC, 22 de Outubro de 2013
(48 / 9985.0053 TIM)
Ao nosso modo, com outro olhar e outra atitude, estamos fazendo e registrando a história socioambiental de Araranguá e Região Sul de Santa Catarina. Participe também, seja nossa parceira/o nesta voluntária empreitada em defesa da natureza e de uma melhor qualidade de vida para toda população.
OBS. Lembrando que o simples ato de recomendar, comentar ou divulgar a leitura destas mensagens ou do blog a outras pessoas já é uma atitude ecologicamente correta!

(clique no link do blog para ler na íntegra e visualizar fotos)
www.tadeusantos.blogspot.com
(Publicado também no jornal O TEMPO DIÁRIO, VOZ DO SUL e no site da CONTATO, no FACEBOOK, além da publicação do link SOCIOAMBIENTALISMO em vários outros sites e blogs)


QUAL A VOCAÇÃO DE ARARANGUÁ?
Confesso que eu ainda não sei. Não sei devido à imensa potencialidade do município em vários setores, como do turismo e da agricultura, por exemplo. Arrisco a questionar o sonho de obras faraônicas inviáveis, busco ideias viáveis como a revitalização do território Belinzoni, anexado ao banhado da XV. Este espaço no centro do perímetro urbano oferece riquezas não apenas como o manancial d’água que abastece a população, mas potenciais alternativas de uso e ocupação ao coletivo araranguaense. Um estudo precisa urgentemente ser elaborado para coletar indicativos que apontem as tendências baseado em um diagnóstico sócio ambiental.  Araranguaenses, planejar é tudo!!!

O CAPITAL e BASTARDOS
Quando sobra tempo em Brasília corro para os cinemas, de certa forma resgatando as neuras que fazia nas antigas assistindo em salas de cinema até quatro filmes em apenas um dia, em vídeo já assisti até seis (no tempo do VHS, antes de inventarem a internet).
Antes de assistir ''O CAPITAL'' vi ''BASTARDOS'', ambos franceses. Bastardos é um drama contado com a linguagem francesa (boa direção e fotografia), aquela que deixa o espectador criar cenas complementares que a película não mostra. Estrelado pelo carismático Vicent Lindon e a enigmática e bela Mastroniani no papel de amante de um poderoso industrial...
O Capital também é um bom filme, afinal é do respeitado Costa-Gravas, o diretor mais politizado do cinema, desde Confissão, Z e Estado de Sítio, por exemplo. O interessante é que em nenhum momento Karl Marx é citado, enquanto que Mao Tse Tung é mencionado várias vezes. Vale observar que os principais trabalhos do Costa-Gravas baseia-se em fatos reais, enquanto que este aborda de forma crua as nuances do sistema financeiro atual, do qual o conceituado Alan Greenspan classificou de ganância infecciosa, representada na vida de uma espécie de bancário que se torna banqueiro. Vale a pena assistir!

EM PORTO ALEGRE
As imagens captadas do entardecer no Gasômetro valeram tanto quanto as informações obtidas no ENCOB. Aos interessados poderão visualizar no meu blog SOCIOAMBIENTALISMO ou no Facebook. Preocupa-me a possibilidade de mudanças na Lei Nacional de Recursos Hídricos nº 9.433/97 no nosso soberano Congresso Nacional, mas com uma formação atualmente sem credibilidade alguma, depois de comprovados crimes de corrupção mafiosa. A intenção é retirar o direito dos comitês aplicarem os recursos que serão cobrados depois das outorgas via agências da água, atualmente destinadas exclusivamente para a recuperação ambiental da respectiva bacia hidrográfica.  

CONAMA AVANÇA NA RESOLUÇÃO SOBRE AS EÓLICAS
Participei da segunda reunião da Câmara Técnica de Controle Ambiental CTCA do CONAMA que após analisar as decisões do Grupo de Trabalho GT resolveu remeter novamente ao GT para discutir os conflitos em relação ao licenciamento dos parques eólicos. As convergências residem no artigo 5 da proposta da FEPAM/RS, relacionadas à instalação de eólicas em UC, APPs, Áreas Protegidas de Populações Tradicionais e Indígenas e rotas de espécies migratórias. Nossa preocupação é de que devemos trabalhar para dar mais agilidade e simplificar os licenciamentos ambientais às renováveis do que as emitidas às poluentes térmicas a carvão, como a USITESC que vai tentar se vender no leilão da ANEEL em dezembro. A luta não está fácil depois que o governo federal voltou a isentar as térmicas de mais impostos para facilitar a viabilidade da queima de combustíveis fósseis, ou seja, na contramão da História!!!

O CLUBE DOS 99
Era uma vez um rei muito rico.
Tinha tudo. Dinheiro, poder, conforto, centenas de súditos.
Ainda assim não era feliz.
Um dia, cruzou com um de seus criados, que assobiava alegremente enquanto esfregava o chão com uma vassoura. Ficou intrigado. Como ele, um soberano supremo do reino, poderia andar tão cabisbaixo enquanto um humilde servente parecia desfrutar de tanto prazer?
- “Por que você está tão feliz?”, perguntou o rei.
- “Majestade, sou apenas um serviçal. Não necessito muito. Tenho um teto para abrigar minha família e uma comida quente para aquecer nossas barrigas”.
O rei não conseguia entender. Chamou então o conselheiro do reino, a pessoa em que mais confiava.
- “Majestade, creio que o servente não faça parte do Clube 99″
- “Clube 99? O que é isso?”
- “Majestade, para compreender o que é o Clube 99, ordene que seja deixado um saco com 99 moedas de ouro na porta da casa do servente”.
E assim foi feito.
VEJA NA PRÓXIMA EDIÇÃO O EXEMPLAR FINAL DA HISTÓRIA...

TEMAS QUE PODERÃO SER COMENTADOS NA PRÓXIMA EDIÇÃO:
·                    Mel da Prodapys de Araranguá é considerado o melhor do mundo em evento na Ucrânia. Este é um fato positivo que merece parabéns a equipe do Dr Célio, que iniciou sua carreira na minha terra natal Praia Grande dos Canyons

·                    Na quarta viajarei novamente para Brasília para participar como Conselheiro do CONAMA da Conferência Nacional do Meio Ambiente (CNMA) sobre Resíduos Sólidos que ocorrerá entre os dias 24 a 27 de outubro de 2013.
·                     
·                    Volto no dia 31/10/13 a Brasília para participar da reunião da Comissão Executiva do PNMA que pautará a situação atual da carteira de projetos dos recursos do Banco Mundial ao meio ambiente do país...
·                     
·                    Deputado pernambucano apresenta PL que visa retirar do IBAMA o poder de ser o órgão licenciador de empreendimentos energéticos considerados estratégicos como hidrelétricas...
·                     
·                    Sócios da Natureza é indicada pelas entidades da Sociedade Civil a titularidade da cadeira do CONAMA no Conselho Deliberativo do FNMA tendo a ABES como suplente.
·                     
·                    Dia 08 tem plenária Oficina do CONAPA BF em Garopaba sobre o Plano de Manejo...
·                     
·                    São graves os conflitos ambientais na ilha de Santa Catarina, porém tem alguns que estão passando dos limites...
·                     
·                    Como é confortável, gostoso e agradável estar próximo de pessoas do bem, de beleza interior, de sensatez e de ética... 
·                     
·                    Mais encantadoras e inéditas imagens captadas acima das nuvens no dia 19/10/2013...



  

19 outubro, 2013

''UM BREVÍSSIMO OLHAR SOCIOAMBIENTAL SOBRE O EXTREMO DA REGIÃO SUL DO ESTADO DE SANTA CATARINA''



Focaremos mais abordagens nos aspectos do extremo sul de Santa Catarina que pode ser a segunda região sócio-econômica mais pobre do Estado, mas para nós é a mais rica em recursos naturais, pois possui uma planície protegida pelo Oceano Atlântico e a Serra Geral, sendo a orla privilegiada com o santuário ecológico do Morro dos Conventos. Nesta planície existe o maior sistema lagunar de água doce de Santa Catarina e os maiores canyons da América Latina, tendo ainda as quatro estações do ano bem definidas.

OBS. Lembrando ainda que este mencionado território é candidato a tornar-se um geoparque pela UNESCO, com potencialidade eco-turística de ser eleito. Defendemos a ideia de ser estendido até a Serra do Rio do Rastro e Laguna, no entanto a geopolítica local não concorda com a ampliação.

Infelizmente os frágeis ecossistemas deste peculiar cenário estão seriamente ameaçados pela inadequada ocupação do homem, tanto na área urbana quanto na rural.

Os maiores impactos são provocados pelo setor industrial com a culpa maior da atividade carbonífera, que desde a extração até a queima do carvão mineral causa estragos irreparáveis aos recursos naturais, principalmente aos hídricos, ou seja, a água. Não obstante devemos deixar de mencionar a terra, a flora, a fauna e o ar, pois nada escapa das brutais agressões que as minas de carvão causam ao meio ambiente, além da famigerada queima de combustíveis fósseis pela usina Jorge Lacerda 857 MW, em Capivari de Baixo.

OBS. Outro projeto térmico chamado USITESC 440MW poderá ser instalado em Treviso, embaixo dos Parques Nacionais dos Aparados da Serra e da Reserva Estadual Biológica do Aguaí. Infelizmente mais uma fonte energética andando na contramão da História após a humanidade descobrir as renováveis!

Em 1980 foi decretada como uma das 14 áreas mais poluídas do país e nada foi realizado para reduzir este caos ecológico que afeta também a saúde pública, principalmente do trabalhador mineiro, que para sobreviver na superfície com a família precisa descer aos subterrâneos das insalubres minas, fascinado pela possibilidade de sair vivo com a aposentadoria aos 15 anos de serviço. Esta macabra condição não deixa de ser uma espécie de escravidão com a pele suja do ouro negro, também denominada de ganância infecciosa pelo Alan Greenspan (ex - FED).

Na área rural deste mencionado espaço, se observado pelas lentes de satélites via Google Earth, se percebe uma imensa mancha marrom causada pelo intenso desmatamento da vegetação de Mata Atlântica, incluindo as protetoras matas ciliares e nas encostas de morros. 
Como uma barragem precisou ser construída no lado norte da bacia do Rio Araranguá por causa da contaminação hídrica das minas de carvão, agora querem construir outra no lado sul por causa da rizicultura que comprometeu as nascentes da planície desde que iniciaram um programa governamental denominado de Pró - Várzea na década de 1970. A quantidade de água utilizada para a irrigação ainda é muito alta, porém o maior problema é o abusivo uso de agrotóxicos que não precisamos aqui descrever seus malefícios...

A ausência de políticas públicas para o fomento e fortalecimento de uma agricultura familiar orgânica saudável e atrativa transfere os colonos ao sedutor lucro da rizicultura, onde destroem suas hortas, arvoredos e até os jardins para ceder espaço para as canjas ilhando suas residências com cenas inacreditáveis.    

Dados estatísticos historicamente recentes, que remontam aos 50 anos atrás, mostram que a região é propensa a ocorrência de eventos extremos com enchentes violentas, como a de 1974 que apenas na cidade de Tubarão morreram 199 pessoas totalizando 250 nas outras duas bacias do Araranguá e Mampituba. No Natal de 1995 uma trombada d'água caiu sobre as virgens e íntegras encostas da serra numa dimensão de aproximadamente 30 km de extensão, arrasou quase toda a vegetação (conforme imagem em anexo), arrastando tudo em direção ao mar com 29 vítimas da localidade rural de Figueira, Timbé do Sul. Houveram colonos que perderam tudo, inclusive o fértil solo, pois suas propriedades se transformaram em praias de cascalho/seixo rolado. Na ocasião, equipe da Geociências da UFSC fez estudo sobre o fenômeno/catástrofe.

Em 28 de março de 2004 a região passou a registrar também a ''violência dos ventos'' com o advento do Furacão Catarina - o primeiro do Atlântico Sul, sendo que desde então a população passou a conviver com ciclones extratropicais e tornados, além de outras adversidades do clima, como chuvas de granizos gigantes e estiagens prolongadas.

Nós, como sociedade civil organizada tentando buscar respostas às indagações da população atingida realizamos dois ENCONTROS SOBRE FENÔMENOS NATURAIS, ADVERSIDADES E MUDANÇAS CLIMÁTICAS (EFAMuC) em 2005 e 2009, resultando na instalação de uma bóia/sensor no mar e acreditamos que alguma coisa deve ter mexido com os ''corações e mentes'' dos participantes na grande maioria educadores.

Um lamentável imbróglio teve que ocorrer para que Araranguá fosse incluída na relação do ''Programa Cidades Resilientes da ONU'', juntamente com Blumenau, Itajaí, Rio do Sul e Tubarão, pois tivemos que denunciar na Procuradoria do Estado a exclusão de Araranguá - Epicentro do furacão Catarina, quando logo em seguida o governador determinou a inclusão de Araranguá e de Lages, sua terra natal.

OBS. Está sendo iniciada com imposição de políticas públicas e recursos do Banco Mundial a elaboração do ''Plano de Bacias do Rio Araranguá pelo programa SC-Rural''.

Basicamente nada está sendo feito em termos de prevenção e adaptação as tragédias do clima, com exceção das estações meteorológicas do TSGA I e a esperança de implementação do ''Observatório do Clima'' com a respectiva ''Biosfera'' via projeto VACEA / AVEC e parcerias.

Sócios da Natureza ONG
CNPJ 02.605.984/0001-60
Ofício de Registro de Pessoas Jurídicas, Araranguá - SC – Livro nº A-2, Folhas nº 039, Registro nº 364 de 18/05/1998.
ONG criada em 05 de Junho de 1980 para defender a natureza e uma melhor qualidade de vida para Araranguá e a região sul de Santa Catarina.

(Prêmio Fritz Muller de 1985 e Menção Honrosa do Prêmio Chico Mendes em novembro de 2010,
 instituído pelo ICMBio e MMA)

Ocupa a presidência do Conselho Ambiental do Município de Araranguá (COAMA) e
 a vice da Federação de Entidades Ecologistas Catarinenses (FEEC), Conselheira da APA da Baleia Franca, além de ser
 Conselheira Representante da Região Sul do País no Conselho Nacional de Meio Ambiente CONAMA

CONSIDERADA DE UTILIDADE PÚBLICA PELO MUNICÍPIO DE ARARANGUÁ
Lei nº , 1817 de 15 de junho de 1998
‘’trabalhando exclusivamente de forma voluntária e sempre buscando objetivos de interesse coletivo, na defesa dos agredidos e oprimidos ambientais, como os rios, lagos, flora, avifauna, animais de rua, enfim de toda biodiversidade... ’’

Rua Caetano Lummertz nº 386/403 – CEP 88900 000 – Araranguá – Santa Catarina - Celular:  (48) 9985 0053 TIM
www.sociosnatureza.blogspot.com  www.tadeusantos.blogspot.com

18 outubro, 2013

CIDADANIA AMBIENTAL 15.10.2013

Cidadania Ambiental
Araranguá – SC, 15 de Outubro de 2013
(48 / 9985.0053 TIM)
Ao nosso modo, com outro olhar e outra atitude, estamos fazendo e registrando a história socioambiental de Araranguá e Região Sul de Santa Catarina. Participe também, seja nossa parceira/o nesta voluntária empreitada em defesa da natureza e de uma melhor qualidade de vida para toda população.
OBS. Lembrando que o simples ato de recomendar, comentar ou divulgar a leitura destas mensagens ou do blog a outras pessoas já é uma atitude ecologicamente correta!


(Publicado também no jornal O TEMPO DIÁRIO, VOZ DO SUL e no site da CONTATO, no FACEBOOK, além da publicação do link SOCIOAMBIENTALISMO em vários outros sites e blogs)


VACEA/AVEC - TSGA II NA BACIA DO ARARANGUÁ
            A comitiva integrada por representantes do VACEA (Vulnerability and Adaptation to Climate Extremes in the Americas) e do TSGA II (Tecnologias Sociais para a Gestão da Água) concluíram a maratona iniciada em Florianópolis, passando por Urubici, Nova Veneza e no dia 11/10/13 em Araranguá.  A coordenação deste valioso grupo estava com o professor Daniel Silva da UFSC/Fpolis, com apoio do diretor Michel Musa do IF-SC / Fpolis, da Valéria Burigo e Sung Lin e de outros importantes protagonistas que ciceronearam a visita do Professor Doutor Fernando Santibanez, da Universidade do Chile e Coordenador internacional do Projeto VACEA/IRIACC. A visita ao Brasil partiu de uma iniciativa do Governo do Estado de Santa Catarina com apoio logístico do TSGA II (coordenado pelo professor Paulo Belli).
            Após Urubici, a programação seguiu com visita de campo para conhecer as tecnologias agrícolas implementadas na região, em especial, a da redução do uso da água no cultivo do arroz, da diversificação de culturas e do cultivo orgânico e uma rodada de apresentações institucionais e relatos de experiências ao professor visitante. Em Nova Veneza visitaram propriedades rurais, onde foram recepcionadas pelo agricultor Sergio Marini, da Adisi, autoridades locais, inclusive o prefeito municipal.
            Em Araranguá o encontro ocorreu a partir das 16:00 horas, no Cetrar, iniciada com uma didática apresentação do agrônomo Rene Kleveston, da Epagri, sobre técnicas agrícolas, na sequência o comandante Samuel do Corpo de Bombeiros fez breves comentários sobre especialização de resgate em casos de eventos extremos. Concluindo, o ambientalista Tadêu Santos da ONG Sócios da Natureza fez um resumido relato com olhar socioambiental sobre o extremo da região sul de SC e fez a entrega de diversos materiais publicados sobre a região.  A fala final ficou com o professor Santibanez que abordou suas expectativas com respeito à evolução do Projeto VACEA/IRIACC a ser implantado na Bacia Hidrográfica do Rio Araranguá.
            A proposta do projeto (TSGA) tem como objetivo a área rural enquanto que o VACEA / AVEC as mudanças climáticas, com possibilidades de em parceria realizarmos o III EFAMuC, em 2014, de estudos sobre a implementação do ''Observatório do Clima'' vinculado a cursos específicos sobre Mudanças Climáticas em convênio com o IF-SC / UFSC e de uma imensa Biosfera (física e simbólica) no Morro dos Conventos, como captadora de dados e informações sobre temperatura e clima.   
            Enfatizamos que nossa participação buscará incansavelmente e objetivamente o equilíbrio ecológico, além de outras questões de relevância social e ambiental do qual serão divulgados com a evolução das tratativas entre os órgãos governamentais, sempre com a participação e engajamento das entidades organizadas da sociedade civil.

PLANO DE BACIAS: GRUPO 1 COMITÊS DO SUL (ARARANGUÁ, URUSSANGA, TUBARÃO)
No dia 07.10.13, com a equipe do CGBHRA participamos do encontro dos três comitês de bacias Tubarão, Urussanga e Araranguá no Centro de Treinamento da Epagri em Tubarão – CETUBA, onde ocorreu a apresentação da Comissão de Acompanhamento dos Planos de Bacias, do qual a ONGSN faz parte.
A pauta constou de diversos itens propostos pelos técnicos da SDS de Florianópolis como atribuições, linhas de ação e planejamento para 2014. Definição de procedimentos para análise dos produtos que serão incluídos na dinâmica da elaboração do Plano de Bacias pela empresa contratada e pelo Comitê Araranguá, por exemplo. A importância do Plano de Bacia e as atribuições da SDS, do Comitê e da empresa contratada no processo de elaboração. Novas regras do Banco Mundial em relação aos consultores, de acordo com o Termo de Referência. Operacionalização financeira dos comitês com a proposta de criação de entidades delegatárias e contratos de gestão.
Enfim, o estado estende a sociedade civil um braço para a gestão das águas, indicando caminhos que devem ser seguidos através de normas e regras estabelecidas pela legislação dos recursos hídricos e pelo Banco Mundial.
Será uma árdua empreitada até a cobrança da água, com normas bem claras e definidas para aplicar o adequadamente o princípio do poluidor pagador!

'''CALÇADAS PODEM REFLETIR O PERFIL DE UMA CIDADE'''
Volto a comentar sobre a importância das calçadas que fazem parte das vias públicas, mas que são de responsabilidade dos proprietários dos respectivos imóveis. No plano diretor discutimos muito sobre a manutenção desta via pública especifica para pedestres que não recebe atenção do município. Tem muitas prefeituras que privilegiam a síndrome do ''automóvel'' com asfalto até para estacionamento de veículos, enquanto que as calçadas são esburacadas e sujas.  Em Araranguá, na subida da Av. Sete de Setembro cada proprietário construiu de modo que facilitasse o acesso ao seu imóvel não atendendo um padrão que interagisse com os vizinhos para o trânsito dos pedestres e de cadeirantes.  O condomínio onde moro está fazendo a sua parte nesta questão com a construção de uma nova calçada adaptada a deficientes visuais.

OS DONOS DA CIDADE
Temos observado que a redução dos veículos circulando com som alto ou baixo, mas extremamente prejudicial aos hipertensos são praticamente os mesmos, ou seja, parecem não temer as autoridades. Seriam estes os donos da cidade de Araranguá para impor aos ouvidos da população aquilo que bem entende. Ora, isto além de ser crime ambiental é sacanagem para com crianças, idosos e enfermos!!!

PRÓXIMOS COMPROMISSOS:
·         A partir do dia 14 estaremos junto com equipe do CGBHRA no XV ENCOB - Encontro Nacional de Comitês de Bacias que ocorrerá no Plaza São Rafael Hotel, em Porto Alegre...
·          
·         No dia 17/10/13 voltaremos a BSA para discutir a proposta de licenciamento para Parques Eólicos, na Câmara Técnica de Controle Ambiental CTCA do CONAMA...
·          
·         Como Conselheiro do CONAMA participarei como convidado (com direito a voto) da Conferência Nacional do Meio Ambiente (CNMA) sobre Resíduos Sólidos que ocorrerá em Brasília entre os dias 24 a 27 de outubro de 2013...
·          

·         No dia 31/10/13 volto a Brasília para participar da reunião da Comissão Executiva do PNMA que pautará a situação atual da carteira de projetos...

08 outubro, 2013

CA 08.10.2013: IBAMA E A LICENÇA DO PROJETO DE FIXAÇÃO DA FOZ BARRA DO RIO ARARANGUÁ; LICENCIAMENTO AMBIENTAL SOFRERÁ ALTERAÇÕES; INTENSA REVOADA DE AVES PREOCUPA....

Cidadania Ambiental


Araranguá – SC, 08 de Outubro de 2013
(48 / 9985.0053 TIM)
Ao nosso modo, com outro olhar e outra atitude, estamos fazendo e registrando a história socioambiental de Araranguá e Região Sul de Santa Catarina.
Participe também, seja nossa parceira/o nesta voluntária empreitada em defesa da natureza e de uma melhor qualidade de vida para toda população.
OBS. Lembrando que o simples ato de recomendar, comentar ou divulgar a leitura destas mensagens ou do blog a outras pessoas já é uma atitude ecologicamente correta!


(Publicado também no jornal O TEMPO DIÁRIO, VOZ DO SUL e no site da CONTATO, no meu FACEBOOK, além da publicação do link SOCIOAMBIENTALISMO em vários outros sites e blogs)


            O IBAMA E A LICENÇA DO PROJETO DE FIXAÇÃO DA FOZ BARRA DO RIO ARARANGUÁ.
Ao estar no complexo do IBAMA em Brasília para o ''SEMINÁRIO SOBRE LICENCIAMENTO AMBIENTAL DA RESOLUÇÃO 01/86 AOS DIAS ATUAIS'', conversei com a Mariana Pereira da COORDENAÇÃO DE PORTOS, AEROPORTOS E HIDROVIAS (COPAH), que informou não haver recebido nenhum documento da Administração Municipal de Araranguá em relação aoPARECER Nº 107/ 2012 – COPAH/CGTMO/DILIC/IBAMA de 27 de novembro de 2012, do qual solicitava providências em relação ao ''EIA-RIMA e ao Projeto de Fixação da Barra do Rio Araranguá''.
            Mediante o quadro penso que será quase impossível o IBAMA emitir licença ambiental este ano, pois não existe tempo hábil para o instituto analisar se todas as exigências foram devidamente cumpridas. Portanto, assim sendo, o prazo esgota-se no final do ano de 2013. Sejamos realistas, este projeto com este recurso deverá necessariamente ser revisto, mas para os próximos anos!!!

//////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////

LICENCIAMENTO AMBIENTAL SOFRERÁ ALTERAÇÕES


           Participamos como Conselheiro do CONAMA do ''SEMINÁRIO SOBRE LICENCIAMENTO AMBIENTAL DA RESOLUÇÃO 01/86 AOS DIAS ATUAIS'' que pautou possíveis alterações na legislação que rege a dinâmica dos licenciamentos ambientais neste país, deste o IBAMA, passando pelos órgãos estaduais e os municipais. Ficou clara a tendência do governo federal, via MMA, em descentralizar o licenciamento repassando aos estados e principalmente aos municípios uma série de incumbências administrativas. Não se concebe que o IBAMA tenha que despachar Quiosque em beira de praia.
            Em parte concordamos em criar mecanismos que não permitam que os EIAs sejam criminalmente tendenciosos como foi o de Barra Grande e da USITESC e que as Audiências Públicas deixem de ser peças teatrais com finais sempre favoráveis ao empreendedor.

OBS. A quem possa interessar temos quase todos os documentos apresentados no evento - pois estes registros são comprovantes do nosso protagonismo neste que deverá ser um significativo avanço na legislação ambiental deste país. Foto em anexo.

//////////////////////////////////////////////////////////

REVOADA DE AVES PREOCUPA


            Imensa revoada de pássaros nunca vista antes cruzando os céus de Araranguá em direção ao leste, iniciada por volta das 17:50 horas deste domingo.
Ao postar as imagens no Face fiz a provocação se alguém saberia explicar tal fenômeno, que rendeu várias informações interessantes, porém se faz necessário um estudo por especialistas no tema. Mais fotos e comentários postados no no meu Face 


///////////////////////////////////////////////////////

GEOOCIÊNCIAS DA UFSC VISITA ARARANGUÁ
           

Alunos da Geografia da UFSC acompanhados de professores fizeram um tour ambiental, priorizando a busca de informações sobre mudanças climáticas pela região da Bacia Hidrográfica do Araranguá e do Mampituba (Lagoa Caverá e Sombrio) finalizando em Araranguá com um saboroso almoço na chácara da educadora Sung Lin (esposa do médico Francisco Chicão Alves). Foto em anexo.

////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////

JOVENS DESRESPEITAM E AGRIDEM A POPULAÇÃO ARARANGUAENSE!!!


            Ao circularem com motos com descargas abertas emitem ruídos que transgridem a legislação do art 42 da Lei de Contravenções Penais, da mesma forma os carros com som alto ou mesmo baixo, porém com hipertensivo efeito reverberação tipo bate estaca. Este modismo é uma afronta aos direitos do cidadão, pois o incômodo e a perturbação são durante o período diurno e noturno, um total descaso à saúde pública que tem que ouvir na marra a idiota programação de sons automotivos e os ensurdecedores ruídos das competições nas vias do perímetro urbano, sem nada poder fazer!!!


//////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////

Transcrevo: RESOLUÇÃO COAMA - Nº 002/2013
            O CONSELHO AMBIENTAL DO MUNICÍPIO DE ARARANGUÁ - COAMA, instrumento da Política Municipal do Meio Ambiente, responsável pela orientação e coordenação superior da Política de Meio Ambiente no âmbito municipal no uso das atribuições que lhe são conferidas pela Lei Complementar nº 149/2012, Lei Ordinária 2.930/2010 e Decreto 4.782/2010.
RESOLVE:
Em reunião ordinária realizada dia 30 de setembro de 2013, ata nº 040/13, APROVAR por dezessete votos a favor e uma abstenção, os relatórios do Conselheiro Rosinei Freitas da Rosa, representante do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Araranguá, e relator designado referente aos Processos Administrativos: 5500/13,... e 5521/13 do autuado, Antonio Eduardo Ghizzo, ficando decidido o indeferimento dos pedidos de anulação dos Autos de Infração, respectivamente, números: 008 A/2013,... e 024 A/2013; e dos termos de embargos, respectivamente, números: 009 A/2013,..., e 025 A/2013. 
Tadeu Santos Presidente do COAMA.
Estou sendo questionado e criticado para haver optado pela abstenção na mencionada votação.  Mantenho a posição que esclareci na ocasião, que o COAMA não deve tomar decisões sob pressão, principalmente relacionado a um conflito socioambiental que se estende há muitos anos no MC e não é em uma ação de conotação jurídica que o conselho passa criar uma referência... na próxima edição continuarei a comentar sobre fatos na área ambiental do município que mereciam um outro tratamento...  
 


///////////////////////////////////////////////////

UM BELO EXEMPLO!!!
            Chegando de Brasília sem pressa peguei o ônibus até o terminal em Florianópolis já que meus usuais e gratuitos serviços de táxi não estavam disponíveis (Marx no FestRio e Juliana enferma). Ao passar na catraca do terminal urbano para me deslocar até a rodoviária, meu celular caiu e não percebi no momento, mas logo em seguida ao parar por causa da chuva notei e voltei ao ônibus, mas não estava lá. Uma senhora percebendo o meu transtorno ofereceu seu celular para ligar ao meu número. Liguei a cobrar e imediatamente atendeu. Identifiquei-me e o cara disse então que estaria no Mercado Público me esperando. Agradeço aqui a idosa senhora que foi cordial, mas principalmente ao honesto gesto do jovem chamado Júnior!
            Observando que no passado a minha cunhada Cida perdeu seu Nokia em algum lugar e até o momento não o encontrou...

///////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////

PRÓXIMOS TEMAS:
· No próximo dia 11/10/13 estará em Araranguá uma comitiva do Projeto Internacional VACEA / AVEC (Canadá) com a presença do professor chileno Santibanez...
·
· A partir do dia 14 estaremos junto com equipe do CGBHRA no XV ENCOB em Porto Alegre / RS (próximo a Arena do Grêmio - Vice de 2013!!!)
·
· No dia 17/10/13 voltaremos a BSA para discutir a proposta de licenciamento para Parques Eólicos, na Câmara Técnica de Controle Ambiental CTCA do CONAMA.
·
· No dia 07.10.13 participaremos do encontro dos comitês de bacias no Centro de Treinamento da Epagri em Tubarão – CETUBA, onde haverá a apresentação da Comissão de Acompanhamento dos Planos de Bacias, do qual a ONGSN faz parte. 

A singular riqueza da história do CLUBE DOS 99...

''ENSAIO EXPERIMENTAL'' VIAJANDO NAS NUVENS, NO DIA 03.10.13, QDO VOLTAVA DE BSA PARA ARARANGUÁ